Escolha o Distrito

Escolha a loja online mais perto de si!

Comprar produto

As dores nas articulações são bem mais comuns do que pensas.

Normalmente, estas tendem a ser provocadas por um determinado movimento (demasiado rápido ou inesperado), mas a verdade é que também podem resultar de um estilo de vida sedentário e com o progredir natural da idade. 

 

O que são dores articulares? 

As articulações funcionam como uma ligação entre o tecido muscular e as extremidades ósseas. As dores articulares – ou seja, as dores nas articulações – são as que ocorrem nas principais estruturas que contribuem para o movimento do corpo humano. 

Ao mesmo tempo, a sua complexidade é assinalável, sendo constituídas por ligamentos, tendões, bursas, membranas sinoviais e cartilagem.

Os sintomas das dores nas articulações podem variar entre um ligeiro desconforto ou a dor na zona afetada, mas também em inflamação, uma sensação de quente ou mesmo a rigidez.

Contudo, existem diferentes formas de dores nas articulações, principalmente se tivermos em conta vários fatores, tais como a gravidade da lesão, o estilo de vida praticado e a idade do paciente.

 

Tipos de dores nas articulações 

As dores nas articulações podem ser de diferentes tipos. Em primeiro lugar, existem aquelas dores nas articulações que podemos considerar serem as mais comuns. 

Estas dores nas articulações são aquelas que ocorrem devido a um estilo de vida mais sedentário mas, apesar de tudo, considerado “normal”. Por exemplo, são aquelas provocadas por dias seguidos inteiros sentados em frente à secretária, a trabalhar ou a estudar.

Mesmo assim, com o tempo, as dores nas articulações podem piorar ou evoluir para outro tipo de condições, mais ou menos graves.

Mas também podem ser fruto de outras condições. Em seguida, fica a conhecer alguns dos tipos de dores nas articulações mais comuns.

Artrite

A artrite é mesmo um dos tipos de dores nas articulações mais comuns. Está especialmente relacionada com o excesso de peso, a repetição de movimentos, lesões ou idade avançada.

Artrose

Também conhecida por Osteoartrite ou Osteoartrose, a artrose é uma doença reumática que partilha os mesmos sintomas da artrite e aos quais se acrescenta a crepitação, para além das dores nas articulações.

Pessoas do sexo feminino, pessoas com excesso de peso ou obesidade, pessoas com desgaste profissional ou desportivo e pessoas com predisposição genética tendem a ser as mais afetadas por este tipo de dores nas articulações.

Contudo, a artrose pode também ser o resultado de traumatismos ósseos.

Gota

A Gota – ou artrite Gotosa – é uma doença reumática inflamatória, resultado da acumulação de ácido úrico nas articulações. É uma doença com especial incidência no sexo masculino, na faixa etária entre os 50 e 60 anos. 

A Gota é muito conhecida por se manifestar inicialmente enquanto artrite, mas especificamente no dedo grande e tarso do pé, provocando dores nas articulações nestes locais.

Além dos fatores genéticos, as suas principais causas podem ser atribuídas a determinados fármacos, hábitos alimentares, obesidade e diabetes

Tendinite

Por entre os profissionais do desporto, as tendinites tendem a ser das dores nas articulações mais comuns. As tendinites ocorrem no tendão, uma estrutura que permite que as articulações se movam.

Normalmente, são o resultado de um esforço repetido numa zona do corpo em particular, mas um traumatismo mais forte pode também dar-lhes origem.

Entorse do joelho

Quando falamos em entorses do joelho, falamos de uma lesão que ocorre nos ligamentos. Muitas vezes ouvimos a expressão “rotura de ligamentos”, principalmente em profissionais de desporto que façam um maior uso das pernas.

Estes são os casos mais graves de uma entorse no joelho, cujo tratamento pode implicar uma cirurgia, por oposição aos casos mais ligeiros que apenas causam dor ou inchaço.

Epicondilite

A epicondilite deve o seu nome aos côndilos do cotovelo. Os côndilos são protuberâncias ósseas, mais fáceis de imaginar se pensarmos nelas enquanto peças que permitem que os ossos encaixem uns nos outros.

Ora, a epicondilite ocorre no epicôndilo, um dos dois côndilos do cotovelo. Neste caso, o epicôndilo externo, ao qual os músculos se pegam através de tendões e no qual tem lugar uma inflamação que provoca dores nas articulações.

Bursite

Com a Bursite, continuamos na zona do cotovelo. Em particular, na bursa: uma espécie de bolsa ou almofada que se encontra entre a pele e o osso e que procura amortecer os impactos no cotovelo (que já doem como doem!).

Quando esta bolsa fica inflamada ou irritada, ocorre a bursite.

Causas das dores articulares

As dores nas articulações podem encontrar várias causas, tais como traumatismos, inflamações, infeções ou a própria biologia do ser humano.

Quando causadas por traumatismo, as dores nas articulações tendem a surgir depois de um trauma, ou seja, após uma queda ou uma pancada mais forte na zona da articulação. 

Quando as responsáveis são as inflamações, as dores nas articulações devem-se a uma inflamação na área. 

A idade do ser humano também vai pesando nas articulações, desgastando-as e até deformando-as e quando se trata de dores no corpo inteiro, incluindo dores nas articulações, pode ser um caso de vírus, como uma gripe mais intensa, por exemplo.

 

Sintomas das dores nas articulações

Como vimos em cima, as dores nas articulações podem variar entre o desconforto ou dor na zona afetada, uma inflamação, ou sensação de quente e até rigidez.

Estes sintomas de dores nas articulações podem aparecer de forma mais gradual ou repentina, podendo diminuir com repouso, mas também persistirem durante um maior ou menor período de tempo.

Outros sintomas que acompanham as dores nas articulações são o inchaço, a diminuição da flexibilidade ou a perda momentânea de mobilidade.

 

Como evitar e aliviar as dores nas articulações? 

Os hábitos de vida saudável, incluindo a alimentação e a prática regular de desporto, são duas medidas preventivas que ajudam a evitar as dores nas articulações.

Já no que toca ao alívio, o primeiro passo é o repouso. O segundo é o TransAct® LAT, um medicamento não sujeito a receita médica.

O TransAct® LAT é uma patch impregnada com 40 mg de flurbiprofeno, um – anti-inflamatório que altera a forma como o organismo responde à dor, incluindo a dor articular. 

A sua aplicação é muito fácil e prática, podendo ser utilizada com todo o conforto, durante um máximo de 12 horas. Mesmo assim, no caso de as tuas dores nas articulações não passarem após um período de cinco dias, recomendamos que consultes um médico para avaliar a situação com mais atenção.

Medicamento não sujeito a receita médica, indicado no tratamento sintomático das situações de inflamaçãomusculoesquelética localizada.

Deve ser interrompido aos primeiros sinais de rash, lesões mucosas ou outras manifestações de hipersensibilidade. 

Ler cuidadosamente as informações constantes do acondicionamento secundário e do folheto informativo e, em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas, consultar o seu médico ou farmacêutico.

Jaba Recordati, S.A. Av. Jacques Delors, Ed. Inovação 1.2, Piso 0 – Taguspark, 2740-122 Porto Salvo | www.jaba-recordati.pt | Ref. 051.2022 MP03/2022.

Seguir TransAct® LAT nas Redes Sociais: