Ao utilizar este website está a concondar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte a nossa Política de Privacidade, onde poderá desactivar os mesmos.

OK
Ícone de UsuárioProfissionais de Saúde
JABA RECORDATI S.A. - Portugal

Escolha o Distrito

Escolha a loja online mais perto de si!

O que é o Magnésio Supremo®?

O Magnésio Supremo® é um suplemento alimentar que fornece citrato de magnésio em forma orgânica, altamente solúvel e com alta velocidade de absorção.

A fórmula original é composta por carbonato de magnésio de origem marinha e ácido cítrico de origem vegetal.

 

Magnésio Supremo® contribui para4:

  • A redução do cansaço e da fadiga;
  • O normal metabolismo produtor de energia;
  • O normal funcionamento muscular e normal função psicológica.

 

Como tomar?

Adultos: Recomenda-se uma dose diária máxima de duas colheres de chá (ou de duas saquetas). Pode ser tomado no  máximo até duas vezes ao dia, da seguinte forma: uma colher/saqueta de manhã, e a outra à tarde ou à noite. 
Jovens de 11 a 14 anos de idade: Uma colher de chá (ou uma saqueta), uma vez por dia. 
Crianças de 3 a 11 anos de idade: Meia colher de chá (ou meia saqueta), uma vez por dia. 

 

Administração em crianças

O Magnésio Supremo® não contém conservantes, edulcorantes ou aditivos químicos e é absolutamente seguro para crianças acima de 3 anos.

Entre 4 e 6 anos, a dose diária recomendada de magnésio é meia colher de chá (ou meia saqueta), enquanto entre 7 e 10 anos é recomendado uma colher de chá (ou uma saqueta).

 

Informações:

Se surgir um efeito laxante, recomenda-se reduzir para meia colher de chá por dia e tomar à noite (adultos). Em caso de sensibilidade gástrica, tome durante as refeições e reduza a quantidade. Em ambos os casos, é possível aumentar a dose até à que for tolerada melhor, mas sem exceder a dose diária recomendada.

 

Onde encontrar:

Podemos encontrar o Magnésio Supremo® em farmácias e parafarmácias

 


Referências:

4. Regulamento (UE) N.o. 432/2012 da Comissão de 16 de maio de 2012.

Ref.235.2023