É profissional de saúde?

Não Sim
Ícone de UsuárioProfissionais de Saúde

Escolha o Distrito

Escolha a loja online mais perto de si!

teste

Carzap AM 8 mg + 5 mg comprimidos, Carzap AM 16 mg + 10 mg comprimidos é um medicamento sujeito a receita médica com 69% de comparticipação. 

 

O que é Carzap®?

Carzap AM contém duas substâncias denominadas amlodipina e candesartan. Ambas as substâncias ajudam a controlar a pressão arterial elevada.

A amlodipina pertence a um grupo das substâncias denominadas “bloqueadores dos canais de cálcio”. A amlodipina impede o cálcio de se deslocar para dentro da parede do vaso sanguíneo, o que impede que os vasos sanguíneos se estreitem. 

O candesartan pertence a um grupo de substâncias denominadas “antagonistas dos recetores da angiotensina II”. A angiotensina II é produzida pelo organismo e faz com que os vasos sanguíneos se estreitem, aumentando assim a pressão arterial. Candesartan atua bloqueando o efeito da angiotensina II.

Isto significa que ambas as substâncias ajudam a impedir o estreitamento dos vasos sanguíneos. Com resultado, os vasos sanguíneos relaxam e a pressão arterial diminuí.

 

Para que é utilizado Carzap®?

A associação Carzap AM está indicada como terapêutica de substituição em doentes adultos com hipertensão essencial, adequadamente controlada com amlodipina e candesartan administrados em simultâneo e com os mesmos valores de dose.

 

Advertências e Precauções de Carzap®

Consulte o RCM para informação completa e detalhada.

 

Amlodipina 

A segurança e eficácia da amlodipina nas crises hipertensivas ainda não foram estabelecidas.

  • Insuficiência cardíaca: Os doentes com insuficiência cardíaca devem ser tratados com precaução.
     
  • Insuficiência hepática: A semivida da amlodipina é prolongada e os valores da AUC são mais elevados em doentes com compromisso da função hepática; não foram estabelecidas recomendações sobre a sua posologia.
     
  • Idosos: Nos idosos, o aumento da posologia deve ser realizado com precaução.
     
  • Insuficiência renal: A amlodipina pode ser utilizada em doses normais neste grupo de doentes.

 

Candesartan

  • Compromisso renal: Tal como com outros agentes que inibem o sistema renina-angiotensina-aldosterona, podem ser antecipadas alterações da função renal em doentes suscetíveis tratados com candesartan.
     
  • Duplo bloqueio do sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA): existe evidência de que o uso concomitante de inibidores da ECA, antagonistas dos recetores da angiotensina II ou aliscireno aumenta o risco de hipotensão, hipercaliemia e função renal diminuída (incluindo insuficiência renal aguda). O duplo bloqueio do SRAA através do uso combinado de inibidores da ECA, antagonistas dos recetores da angiotensina II ou aliscireno, é portanto, não recomendado. Os inibidores da ECA e os antagonistas dos recetores da angiotensina II não devem ser utilizados concomitantemente em doentes com nefropatia diabética.

 

Carzap AM

  • Hemodiálise: Durante a diálise, a pressão arterial pode estar particularmente sensível ao bloqueio dos recetor-AT1, como consequência do volume plasmático reduzido e da ativação do sistema renina-angiotensina-aldosterona. Assim, candesartan deve ser cuidadosamente doseado com rigorosa monitorização da pressão arterial em doentes a fazer hemodiálise.
     
  • Estenose arterial renal: Medicamentos que afetam o sistema renina-angiotensina-aldosterona, incluindo antagonistas dos recetores da angiotensina II (ARAIIs), podem aumentar a ureia sanguínea e a creatinina sérica em doentes com estenose arterial renal bilateral ou estenose da artéria de rim único.
     
  • Transplante renal: A evidência clínica é limitada relativamente ao uso de candesartan em doentes submetidos a transplante renal.
     
  • Hipotensão: Durante o tratamento com candesartan pode ocorrer hipotensão em doentes com insuficiência cardíaca.
     
  • Anestesia e cirurgia: Durante a anestesia e a cirurgia pode ocorrer hipotensão em doentes tratados com antagonistas da angiotensina II devido ao bloqueio do sistema renina-angiotensina.
     
  • Estenose aórtica e da válvula mitral (cardiomiopatia hipertrófica obstrutiva): Tal como com outros vasodilatadores, está indicado um cuidado especial nos doentes que sofram de estenose aórtica ou da válvula mitral hemodinamicamente relevantes ou de cardiomiopatia hipertrófica obstrutiva.
     
  • Hiperaldosteronismo primário: Doentes com hiperaldosteronismo primário geralmente não respondem aos medicamentos anti-hipertensores que atuam por inibição do sistema renina-angiotensinaaldosterona. Assim, não se recomenda o uso de candesartan nesta população.
     
  • Hipercaliemia: O uso concomitante de candesartan com diuréticos poupadores de potássio, suplementos de potássio, substitutos de sal contendo potássio ou outros medicamentos que podem aumentar os níveis de potássio (por exemplo, heparina, cotrimoxazol também conhecido como trimetoprim + sulfametoxazol), pode levar a aumentos do potássio sérico em doentes hipertensos.
     
  • Geral: Em doentes cujo tónus vascular e a função renal dependem predominantemente da atividade do sistema renina-angiotensina-aldosterona (por ex., doentes com insuficiência cardíaca congestiva grave ou doença renal subjacente, incluindo estenose arterial renal), o tratamento com outros medicamentos que afetam este sistema tem sido associado a hipotensão aguda, azotemia, oligúria ou, raramente, a insuficiência renal aguda.
     
  • Gravidez: Os ARAIIs não devem ser iniciados durante a gravidez. A não ser em situações em que a manutenção da terapêutica com ARAIIs seja considerada essencial, o tratamento das doentes que planeiem engravidar deve ser alterado para um tratamento anti-hipertensor alternativo, cujo perfil de segurança durante a gravidez esteja estabelecido
     
  • Advertências sobre excipientes: Este medicamento contém lactose mono-hidratada. Doentes com problemas hereditários raros de intolerância à galactose, deficiência de lactase total ou malabsorção de glucose-galactose não devem tomar este medicamento

 

Como utilizar Carzap®?

Tome este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico ou farmacêutico.

Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Para este medicamento estão disponíveis dosagens diferentes

  • Uma dose diária de 8 mg de candesartan cilexetil e 5 mg de amlodipina corresponde a 1 comprimido de Carzap AM, 8 mg + 5 mg. 
     
  • Uma dose diária de 16 mg de candesartan cilexetil e 10 mg de amlodipina corresponde a 2 comprimidos de Carzap AM 8 mg + 5 mg ou a 1 comprimido de Carzap AM 16 mg + 10 mg.
     
  • A dose máxima diária de candesartan cilexetil é de 32 mg e a dose máxima diária de amlodipina é de 10 mg. 

Referências:
Folheto Informativo Carzap®
RCM Carzap®

Para mais informações deverá contactar o Titular da Autorização de Introdução no mercado.
Zentiva Portugal, Lda., Miraflores Premium I, Alameda Fernão Lopes, 16 A - 8º piso A, 1495-190 Algés, C.R.C Cascais, Capital Social: € 16.031.556,00, Pessoa Colectiva nº503103551, Tel.: +351 210 601 360, Fax: +351 211 396 680, www.zentiva.pt
ZENPT.CZ.21.01.11581

Distribuído por Jaba Recordati sob licença Zentiva
Jaba Recordati, S.A. Av. Jacques Delors, Ed. Inovação 1.2, Piso 0 – Taguspark, 2740-122 Porto Salvo, Tel. 214329500, Fax: 219151930, www.jaba-recordati.pt, NIF.500492867.
210.2020 MP02/2021