Ícone de UsuárioProfissionais de Saúde

O Prémio de 2022 será dedicado à promoção e reconhecimento da excelência na pesquisa sobre distúrbios hipofisários. O projeto vencedor receberá uma bolsa de pesquisa no valor de 100.000€.

 


 

Durante o 23º Congresso Europeu de Endocrinologia, o Prémio Internacional Arrigo Recordati de Investigação Científica anunciou o concurso para a décima edição do prémio.

Prémio Internacional Arrigo Recordati de Investigação Científica 2022

O Prémio Internacional de Pesquisa Científica foi criado em 2000 em memória do empresário farmacêutico italiano Arrigo Recordati, de forma a perpetuar o seu legado e a inspirar descobertas biomédicas que beneficiem pessoas em todo o mundo no campo das doenças cardiovasculares.

Arrigo Recordati, que faleceu prematuramente em 1999, acreditava fortemente no poder da pesquisa para impulsionar o desenvolvimento da indústria farmacêutica e fornecer produtos benéficos para a saúde pública e o bem-estar individual.

Nos últimos quinze anos, a Recordati fez do campo de Doenças Raras uma prioridade de saúde e aumentou o seu compromisso em todo o mundo por meio de sua subsidiária Recordati Doenças Raras.

O foco principal da Recordati Rare Diseases é pesquisar, desenvolver e comercializar medicamentos para o tratamento de doenças genéticas metabólicas. Recentemente, este portfólio foi otimizado com produtos inovadores adicionais na área de doenças endócrinas raras.

 

“De forma a refletir o nosso forte compromisso no campo da endocrinologia, decidimos que a edição de 2022 do Prémio Arrigo Recordati Internacional de Pesquisa Científica, será dedicado à promoção e reconhecimento da excelência na pesquisa sobre doenças da hipófise. O projeto vencedor receberá uma bolsa de pesquisa de 100.000€”
Andrea Recordati, CEO-Chief Executive Officer.

 

Jovens investigadores de todas as nacionalidades que trabalham na área dos distúrbios hipofisários são elegíveis a candidatar-se. São, de uma forma geral, investigadores juniores que não possuem mais de dez anos de pós-doutoramento ou bolsa de especialidade clínica, não sendo de forma nenhuma, diretamente afiliados a uma empresa farmacêutica.

Projetos de pesquisa básica, translacional e clínica com foco em distúrbios hipofisários são elegíveis.

As candidaturas serão analisadas por um painel de especialistas independente, reconhecidos internacionalmente, que têm liderado as suas carreiras de investigação na área das doenças raras.

O Comité de Revisão para a décima edição do prémio é presidido pelo Professor Robert J. Desnick, Ph.D., MD, Reitor de Genética e Medicina Genómica, Professor e Presidente Emérito do Departamento de Genética e Ciências Genómicas, Mount Sinai School of Medicine, Nova Iorque, NY, EUA.

Os outros membros do painel são, Andrea Giustina, MD, Professora Titular e Presidente do Instituto de Endocrinologia e Ciências Metabólicas, IRCCS San Raffaele Hospital, Vita-Salute San Raffaele University, Milão, Itália e Shlomo Melmed, MD, ChB, Vice Executivo Presidente de Assuntos Académicos, Reitor da Faculdade de Medicina e Professor de Medicina do Cedars Sinai Medical Center, Los Angeles, CA, EUA.

O procedimento de inscrição seguirá uma abordagem de seleção em duas etapas. O prazo para pré-seleção será até 31 de agosto de 2021 e as inscrições completas deverão ser enviadas até 28 de fevereiro de 2022.

Os detalhes sobre o Prémio de 2022 podem ser encontrados em: www.prize.recordati.it

O Comité de Revisão avaliará e selecionará o projeto vencedor com base na qualidade da pesquisa proposta.

O projeto vencedor será anunciado formalmente durante a cerimónia de entrega de prémio no Congresso Europeu de Endocrinologia de 2022, que será realizado em Milão, de 21 a 24 de maio de 2022.

 


 

Fonte: Atlas da Saúde