Ícone de UsuárioProfissionais de Saúde

Pesquisar Produto

ou
Myco Clear®

Myco Clear®

Solução para os fungos das unhas

ver mais

Os fungos das unhas são uma condição comum, que afeta entre 20 a 25% da população mundial, tendo maior prevalência em homens acima dos 60 anos. Para manter as unhas saudáveis deve estar atento aos primeiros sinais de infeção fúngica e pedir aconselhamento médico. Existem várias terapêuticas possíveis conforme o grau de gravidade da infeção. Se for propenso a desenvolver infeções nas unhas siga algumas das medidas de prevenção de modo a evitar a condição.1-3

 

O que são fungos das unhas?

Os fungos nas unhas dos pés são uma infeção micótica causada pela invasão fúngica da estrutura da unha, que começa com uma mancha branca ou amarela na ponta da unha e vai progredindo até provocar descoloração, engrossamento e o desmoronamento da extremidade da unha.

A onicomicose, termo usado entre os profissionais de saúde, é uma das doenças mais comuns das unhas, representando metade das anomalias das unhas nos adultos, tendo maior incidência em homens, e com idade acima dos 60 anos. Esta condição tem maior prevalência em adultos com reduzida circulação periférica, diabetes, inatividade, imunossupressão relativa, e crescimento e qualidade das unhas diminuta.1-2 

 

Tipos de fungos das unhas

Existem cinco subtipos de onicomicoses:1

  • Onicomicose subungueal distal e lateral: É o subtipo de onicomicose mais comum. Frequentemente diagnosticado nas unhas dos pés;
     
  • Onicomicose branca superficial: A onicomicose branca é limitada as unhas dos pés. É possível confirmar o diagnostico quando a unha afetada apresenta uma cor branca e friável;
     
  • Onicomicose subungueal proximal: A onicomicose subungueal proximal causa uma macha branca ou amarelada junto à cutícula, progredindo com o crescimento da unha. De todos os subtipos este é o mais raro;
     
  • Onicomicose endonyx: a unha apresenta uma descoloração com um tom branco leitoso;
     
  • Onicomicose originada por Candida: onicomicose que surgre preferencialmente nos doentes imunodeprimidos e/ ou com candidíase cronica. Estando também associada à inflamação periungueal.

Estima-se que as infeções fúngicas afetem cerca de 20 a 25% da população mundial, acreditando-se que continue a aumentar3

 

Como é que os fungos das unhas se reproduzem?

Cerca de 85-90% das onicomicoses reproduzem-se por dermatófitos - organismos fúngicos que dependem de queratina (composto presente nas unhas) para crescer. Os dermatófitos são altamente resistentes e podem sobreviver por longos períodos, especialmente em ambientes húmidos e escuros as unhas dos pés (zona mais a afetada por estes fungos). Devido a estes fatores e à resistência do fungo, a terapêutica é, na maior parte dos casos, “exigente” e longa, requerendo que o paciente siga o tratamento rigorosamente.

 

Como tratar fungos das unhas?

O tratamento para os fungos das unhas passa, numa primeira instância, pela observação da unha e da pele ao redor, para perceber se a área que se encontra à volta está também ela infetada. Após o diagnóstico do fungo, o tratamento geralmente inicia-se com o corte da unha e limpeza da mesma, de forma a retirar e evitar que o fungo se propague. Após terminada a primeira fase do tratamento, são dadas diferentes terapêuticas como opção.4 

 

Terapêutica localizada

A terapêutica localizada passa pelo uso de dispositivos ou aplicação de produtos diretamente na unha infetada, no entanto esta terapêutica é mais longa, durando entre 12 a 18 meses no caso das unhas dos pés. O tratamento deve acompanhar o crescimento da unha até a mesma estar completamente regenerada e ser nova. A aplicação do produto deve ser feita todas os dias ou todas as semanas, tal como informado pelo profissional de saúde, para que o paciente obtenha o resultado esperado.4

 

Terapêutica oral

A terapêutica oral passa pela toma diária de medicamentos para conter a infeção fúngica. Este tipo de tratamento é mais intenso que o tratamento localizado, podendo até ter efeitos secundários4

 

Terapêutica combinada

A terapêutica combinada conjuga a abordagem oral com a localizada, sendo por isso a mais eficaz.4

Medidas de prevenção para os fungos nos pés:4

  • Usar sapatos arejados: sandálias, chinelos;
  • Usar um par de meias lavadas todos os dias;
  • Manter os pés secos;
  • Colocar os sapatos a apanhar ar;
  • Alternar sapatos;
  • Preferir sapatos de pele ou tecido;
  • Manter o comprimento das unhas curto;
  • Não partilhar limas, corta unhas, toalhas;
  • Desinfetar os utensílios utilizados antes e depois de usar;
  • Hidratar a pele seca.

Caso observe os primeiros sinais de uma infeção fúngica recorra à apreciação de um profissional de saúde. Primeiros sinais de aparecimento de uma infeção nas unhas:4

  • Alterações na pigmentação da unha.
  • Pontos amarelos ou castanhos;
  • Alterações na textura da unha;
  • Comichão e secura na área à volta da infeção;
  • Vermelhidão e inchaço ao redor da unha.

Ref. 192.2021

Referências:

1.    Da Saúde, C., Martins Bastos, R., & Farmacêuticas, C. (n.d.). UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Terapêutica antifúngica de onicomicoses: potencial bioativo de três extratos de plantas. Experiência Profissionalizante na vertente de Farmácia Comunitária, Hospitalar e Investigação Relatório para obtenção do Grau de Mestre em.
2.    Gupta, A. K., Versteeg, S. G., & Shear, N. H. (2017). Onychomycosis in the 21st century: An update on diagnosis, epidemiology, and treatment. In Journal of Cutaneous Medicine and Surgery (Vol. 21, Issue 6, pp. 525–539). SAGE Publications Inc. 
3.    Tomaz, D. (2011). Será fungo? Revista Portuguesa de Clínica Geral, 27(1), 96–108. 
4.    Nail fungus: Diagnosis and treatment. (n.d.). American Academy of Dermatology Association. Retrieved May 24, 2021, from https://www.aad.org/public/diseases/a-z/nail-fungus-treatment