+351 21 432 95 00



O Grupo Jaba Recordati está quase a fazer 100 anos. Ao longo desta história quais são as principais alterações que tem sentido na forma como gerem as vossas pessoas?

O investimento na internacionalização feito pelo Grupo Recordati, em particular na última década, contando hoje com presença de subsidiárias em cerca de 20 países, faz com que a gestão de Recursos Humanos tenha como prioridade o desenvolvimento de um framework comum de forma a homogeneizar as políticas e os procedimentos existentes. Neste sentido estamos a fazer uma análise crítica ao que fazemos contando para isso também com os nossos profissionais com o objectivo de continuar a investir nas políticas e nas práticas mais ajustadas à nossa realidade global e local.

Um dos vossos valores assenta na iniciativa pessoal. Como é que incutem aos colaboradores essa capacidade de assumirem responsabilidades pelas próprias ações.

Aquilo que pretendemos que nos diferencie é a qualidade, o conhecimento, a paixão e a entrega que os nossos profissionais demonstram no seu dia-a-dia, permitindo-nos ultrapassar obstáculos que noutros contextos e noutras empresas não seriam fáceis de superar. Para isso contamos com recursos humanos que se identificam com este ADN de pró-actividade, busca de excelência em tudo o que fazem com capacidade de assumirem responsabilidades pelas suas acções. Sendo uma característica que faz parte da forma de ser e de estar da companhia, encontra-se na sua gestão diária das equipas e dos departamentos, na forma como os profissionais são desafiados todos os dias, no desenho dos seus objectivos e na forma como são avaliados.

 

As vossas boas práticas de gestão de pessoas tem sido muito premiadas e divulgadas. Conte-nos onde fazem a diferença?

A Jaba Recordati caracteriza-se por gerir os seus profissionais como clientes internos da companhia. Com este foco desenvolvemos e implementamos práticas de Recursos Humanos das quais se destacam a Academia Recordati através da qual a companhia disponibiliza, entre outros, um executive master interno aos seus colaboradores; planos de carreira e sucessão através dos quais se define progressão e a promoção interna dos quadros da companhia; programa de work-life balance, programa de responsabilidade social interno e externo – Recordati Quer e uma comunicação multi-canal onde privilegiamos o contacto directo através de uma política de portas abertas e uma comunicação aberta e honesta.

 

Em 2014, a Jaba Recordati foi eleita o Melhor Empregador Europeu do Ano. Qual a vossa estratégia de Employer Branding?

Sendo o mercado onde actuamos caracterizado por uma elevada regulamentação, a estratégia de Employer Branding acaba por ser influenciada por alguma contenção na forma como a marca Jaba Recordati é apresentada ao mercado. Nessa medida, o reconhecimento que prémios como este nos proporcionam são, no nosso entender, uma excelente forma de brand awereness.

 

Um dos vossos sucessos assenta sobretudo na capacidade de inovação. Como se inova neste setor que é reconhecido como um dos mais regulamentados que conhecemos?

A Jaba Recordati tem sido considerada uma das companhias mais inovadoras no mercado onde actua através do desenvolvimento e lançamento de novos produtos de uma forma consistente. O grupo Recordati a nível mundial mais de 8% do turnover anual em inovação (mais de 80 milhões de euros em I&D de produto).

Em paralelo, a nível organizacional, desenvolvemos programas e iniciativas de que são Academia Recordati com o objectivo de desenvolver as competências dos profissionais da companhia exemplo a e o projecto Recordati Quer, de responsabilidade social. Estamos também a desenvolver um projecto e-learning para uso interno e externo. Desta forma procuramos que a inovação paute a organização a vários níveis.

 

A Jaba Recordati entrou recentemente em dois novos mercados africanos. É para continuar esta aposta na expansão do Grupo?

A Jaba Recordati, além de Portugal, tem operações nos PALOP, nomeadamente Angola, Cabo Verde e Moçambique, e muito recentemente Nigéria e Guiné-Bissau. Temos como objectivo muito em breve incluir a Mauritânia como novo mercado na expansão do Grupo.

 

Projetos para o futuro?

Na Jaba Recordati as políticas e práticas de Recursos Humanos estão alinhadas com a gestão do negócio de forma a potenciar o alcance das metas definidas pela companhia. Desta forma, a companhia define os objectivos de negócio e a estratégia para os alcançar e ao mesmo tempo, alinha as políticas e práticas de Recursos Humanos contribuindo para o sucesso dos resultados.

O impacto das nossas práticas de Recursos Humanos é avaliado por um lado através dos resultados da empresa uma vez que acreditamos que pessoas comprometidas com a organização potenciam os seus resultados financeiros. Objectivamente crescemos +8% quando comparado com 2014 fazendo com que sejamos uma das empresas mais dinâmicas do ranking farmacêutico num mercado que se encontra estável.

No futuro pretendemos continuar com este foco de constante adaptação às alterações inerentes a este negócio propondo novas e melhores práticas de GRH.